ASTAPE

Smiley face

8º Encontro das Mulheres e Pensionistas de Anistiados anima a Conape

8º Encontro das Mulheres e Pensionistas de Anistiados anima a Conape

O já tradicional encontro contou com novas participantes, com o Amigo Oculto e confraternização alegre de final de ano.

A Conape promoveu, a 3/12, o seu 8º Encontro das Mulheres e Pensionistas de Anistiados, na sede da entidade no Centro do Rio de Janeiro. Este evento animou a entidade pelo aumento da participação de mulheres e pelo alto-astral, seja na discussão (atualizada) de temas de interesse de todas/os e na confraternização tradicional de final de ano.
O encontro, que foi coordenado pelas diretoras Idinéa Nicácio da Silva, Marly Gomes de Andrade e Ina Soares Lutterbach, teve a abertura pelo presidente da Conape, Abelardo Rosa Santos. O diretor suplente, Xerxes Affonso Campos, também proferiu discurso às mulheres.
Abelardo Santos fez uma síntese da história da Conape, forjada na luta pela anistia política dos petroleiros perseguidos pela ditadura civil-militar, bem como sobre a sua estrutura atual mais focada na assistência aos Associados/as e pensionistas. Exaltou o empenho das mulheres, mas manifestou desejo de que os homens também compareçam.
Ele sublinhou que os anistiados/as devem ter paciência quanto ao atual Dissídio Coletivo da Petrobrás, que aprovou o reajuste salarial de 9,53%. Ou seja, o reajuste só constará dos contracheques dos anistiados/as e pensionistas após a resolução de alguns poucos impasses entre sindicatos e a empresa, bem como da homologação junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e da recepção pelo Ministério do Planejamento.
A diretora Idinéa apresentou as novas participantes do encontro, além de dar orientações sobre a dinâmica do evento. Ao final, organizou, com a funcionária Marilene Seguer, o tradicional Amigo Oculto.
As funcionárias Maria do Carmo (Assistente Social) e Ana Paula (Atendimento) atualizaram, respectivamente, informações sobre Auxílio Cuidador (Home Care), Recadastramento no INSS, Benefício Farmácia, Pecúlio Funeral, Recadastramento no Ministério do Planejamento, Contracheque por e-mail, Boleto AMS. Reforçaram que estão à disposição de todas/os para mais esclarecimentos sobre estes e outros temas atinentes aos anistiados/as e pensionistas.
As orientações sobre os Recadastramentos continuam as mesmas publicadas no Conape Notícias nº 24 (mai-jun/2015). Maria do Carmo e Ana Paula enfatizaram, porém, sobre a importância de que todos/as estejam atentos/as aos Recadastramentos anuais junto ao Ministério do Planejamento e ao INSS, para que não haja interrupção nos pagamentos dos proventos dos anistiados/as e pensionistas.

Benefício Farmácia
Maria do Carmo destacou sobre o fim da Global Saúde como gestora do Benefício Farmácia. A Petrobrás cancelou o contrato em função de diversos problemas operacionais da Global Saúde junto às farmácias credenciadas. A orientação é de que os usuários adquiram seus medicamentos através de pagamento e solicitem o reembolso dos recursos gastos. Assim, é fortemente necessário que guardem as nota fiscais da compra e a receita médica.
A Petrobrás contratou, a 2/12, nova operadora do Benefício Farmácia (AMS), a Funcional Card. A operação desta nova empresa está prevista para iniciar a partir de 04/01/2016. Confira mais informações sobre o tema na página 10. A assistente social da Conape está à disposição para mais esclarecimentos.

Recadastramento/Planejamento
Ana Paula conclamou a todos/as a ficarem alertas quanto ao aviso do Ministério do Planejamento a respeito do Recadastramento Anual (obrigatório). Ela destacou que algumas pessoas informaram não receber o aviso do referido Ministério, embora este assegure no seu portal na Internet que enviará o comunicado. Assim, a melhor tática é que todos se antecipem ao Ministério, não esperem o aviso e procedam com seus recadastramentos. Ana Paula está à disposição para mais informações.

Política
O diretor suplente, Xerxes Campos, conclamou a todos/as a estarem críticos/as quanto aos preceitos neoliberais ainda presentes na vida nacional, e que tem empreendido ataques às instituições públicas, à soberania do Brasil no setor petróleo, ao estado democrático de direito, entre outros. Citou o desastre ambiental provocado pela multinacional Samarco (em Minas Gerais, com  reflexos no Espírito Santo) como um exemplo de desrespeito neoliberal com a população brasileira.

Fonte: Conape Notícias nº 27 (nov-dez/2015).

Deixe uma resposta

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com