ASTAPE

Smiley face

Demissão absurda

Demissão absurda
Enquanto isso, outra polêmica mal explicada pela Transpetro foi a absurda demissão do petroleiro Vinicius Giorgetti, que teve 11 anos de bons trabalhos totalmente descartados por causa de algumas cápsulas de café. No comunicado de dispensa, enviado a ele em 15 de maio, a empresa informa que o empregado estava sendo demitido em “razão da prática de falta grave , enquadrada no artigo 482, “b”, da CLT, a qual restou caracterizada pelo comportamento inadequado nas instalações de empresa cliente, com danos à imagem da Transpetro”. A falta grave teria sido a retirada, por parte do petroleiro, de algumas cápsulas de café à disposição para consumo, durante um evento da NTS do qual Vinicius participou. Bastou isso para que a direção da NTS estranhamente registrasse queixa junto à direção da Transpetro contra o petroleiro, a qual, buscando agradar o freguês, demitiu Vinicius sem nem lhe dar a chance de se defender (boletim Sindipetro-RJ nº75). A direção do Sindipetro-RJ esteve reunida com a gerência executiva de RH da subsidiária, mas a posição da empresa foi irredutível. Solicitou-se também uma reunião com o diretor da Transpetro, mas o mesmo sequer se dignou a responder o ofício do Sindicato.

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com